PSICOLOGIA DA MODA

Como ser fashion de forma sustentável?

Agora que já sabemos o que é slow fashion é hora de aprender a colocá-lo em prática. E a melhor forma é consumir menos peças novas e investir em reutilização. Como vimos o slow fashion surge como uma alternativa socioambiental mais sustentável no mundo da moda. https://autoimagempositiva.com/?p=804

A prática slow fashion mantém sua produção entre pequena e média escala, prioriza o local em detrimento do global, pratica preços reais embasados nos custos sociais e ecológicos e têm arraigado em si a consciência socioambiental. Portanto, a produção é reponsável, sustentável e consciente.

Os produtos do slow fashion possuem uma vida útil maior, são pensados e produzidos para durar. Dessa forma, envolvem algo a mais que a aparência. Existe um vínculo maior capaz de evitar o descarte precoce. Portanto, os vestuários produzidos a partir desse modelo, envolvem uma história, origem, toque, perfume… Os produtos na maioria dos casos são feitos a mão, personalizados para um indivíduo específico em termo de ajustes e escolhas finais. O slow fashion promove maior liberdade na escolha dos produtos. 

Como ser fashion e sustentável?

     moda sustentável

Parece algo improvavél ser fashion e sustentável? Pois vou lhe mostrar que não é! No final todos saem ganhando. Primeiramente é importante compreender a necessidade de ter um olhar e atitudes mais conscientes em relação ao consumo de moda. Em seguida entender os danos causados por essa indústria no que tange o meio ambiente, dentre outros. Mas ao contrário do que muitos pensam, ser sustentável na moda, não significa não consumir NUNCA, mas sim, ter um olhar critíco, conhecer os danos causados e minimizar os mesmos. Então vamos a uma lista do que pode ser feito: 

1. Procure marcas sustentáveis:

A consciência ambiental vem ganhado cada vez mais espaço no mercado, uma vez que os consumidores estão preocupados com a questão ambiental. Dessa forma, marcas que produzem com essa consciência acabam divulgando que seus produtos são confeccionados de forma sustentável, o que facilita encontrar essas marcas no mercado. 

Segue algumas marcas brasileiras: Boutique São Paulo, Ada, Insectashoes, 787shirts, Sim, Orgânica moda e muitas outras. 

2. Brechós:

Uma forma de reutilizar peças é visitando brechós. Os brechós têm crescido bastante e se você olhar com carinho encontrará verdadeiras jóias. Para isso, recomendo que liste os brechós mais próximos. 

   Fashion

3. Preserve suas peças: 

Na maioria das vezes não existe razão para usar uma roupa uma única vez e colocá-la para lavar. Assim como o jeans, várias outras peças podem ser usadas mais de uma vez antes de serem lavadas. Isso evita desperdício de energia, água e preservação da vida útil das suas peças. Além disso, é muito importante fazer a lavagem das peças de acordo com as orientações que vem na própria peça e com produtos específicos para não danificá-la. 

4.Consuma de forma sustentável:

Consumir de forma sustentável envolve vários processos, que vão desde escolher marcas sustentáveis, favorecer o comércio local, confeccionar peças personalizadas e com qualidade buscando os serviços de alguma costureira na sua região até comprar o que você realmente irá usar. É importante se conhecer, conhecer seus gostos e estilo para investir em peças funcionais. Para tal, o serviço de consultoria de imagem se torna um grande aliado.

5. Evite fibras têxteis plásticas: 

O poliester e a poliamida são fibras têxteis plásticas muito usadas no mundo da moda. Porém, o que muitos não sabem é que elas são fontes de microplásticos. Opte por tecidos naturais, como por exemplo, o algodão orgânico e o linho. Para entender mais sobre esse tema indico o artigo: https://www.ecycle.com.br/5810-impacto-ambiental-das-roupas

6. Customize: 

Customização

Você pode customizar uma peça que está enjoada de usar. As vezes uma customização simples já muda completamente a peça, deixando-a mais estilosa e personalizada. 

É importante se ater também ao descarte das peças. Dessa forma, caso a peça realmente necessite de descarte, pesquise na sua região locais para descarte de tecidos. Mas, lembre-se sempre que o ideal é reduzir ao máximo esse descarte

É isso gente! Espero que tenham gostado do post. Agora vocês já sabem como consumir de forma consciente. Se cada um conseguir fazer o minímo já teremos grandes resultados. 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *